In EXPO FUTURA

Miguel Palma

Brigada Naval

Inauguração sexta-feira 13 maio 2022, 18h
Exibição até 05 junho | Quarta a sexta 17h – 21h | Sábado e domingo 15h – 21h
CLUBE NAVAL DE LISBOA
Doca de Belém, 1400-038, Lisboa

Numa ocupação inusitada de um armazém do Clube Naval de Lisboa, Miguel Palma apropria-se de elementos aí encontrados para criar uma instalação que conjuga alguns dos princípios orientadores da sua prática artística, aqui em diálogo com elementos arquitetónicos e decorativos historicamente determinados.

A peça central da instalação é um barco à vela suspenso numa pequena grua. A embarcação, de construção americana e datada de 1943, tem como pano de fundo uma impressiva pintura mural apologética dos descobrimentos portugueses que terá sido realizada por altura da famosa Exposição do Mundo Português, realizada em 1940 na zona de Belém em Lisboa. Máquina de propaganda colonialista, a ideologia da exposição ressoa neste mural, agora curto-circuitado pela intervenção de Miguel Palma. Na verdade, o artista vai transformar aquilo que é uma embarcação de recreio numa peça híbrida por via de uma vela feita a partir de tecido de uma tenda militar. O carácter lúdico do barco fica em suspenso pela agressividade deste material militar, onde o artista desenha “marcações de vitória”, que são ícones de abatimento de material inimigo (normalmente pintados em aviões e barcos de combate).

Obra nostálgica, Brigada Naval fala-nos da perda da inocência, da necessidade de olhar o passado com sentido crítico e, em última análise, da capacidade da arte erigir territórios que questionam o presente. Entre a realidade e a ficção, entre a apropriação e a construção desviante, Miguel Palma conduz-nos numa viagem onde as formas se dilatam em ideias complexas.

Miguel von Hafe Pérez